Recrutamento e Seleção na área de Educação

Contratação de funcionários: onde eu não posso errar?

0

Para conseguir montar uma equipe de alto potencial, capaz de conquistar os resultados esperados e alavancar o crescimento da sua instituição de ensino, é fundamental que os processos de recrutamento e seleção sejam realizados com eficiência e de acordo com a cultura de sua escola.

Um processo de contratação ineficaz afeta diretamente os resultados da instituição, pois gera gastos desnecessários, retarda o crescimento da escola e prejudica a aprendizagem dos alunos.

Para ajudar você nessa empreitada, o post de hoje apresenta alguns erros recorrentes na hora da contratação de funcionários. Continue a leitura e saiba o que não fazer! Vamos lá?

Apressar a contratação

É muito comum, nas escolas, nos depararmos com situações em que precisamos de candidatos com urgência para suprir a falta de um professor ou até mesmo de profissionais de outros departamentos. Todavia, esta necessidade prejudica a eficiência do recrutamento e leva o gestor a contratar funcionários fora do perfil para atender a situação emergencial.

Nestes casos, o aconselhável é reestruturar sua equipe temporariamente para suprir as demandas urgentes da escola. Quando a carência vem do departamento pedagógico, a sugestão é reavaliar o planejamento das aulas e, quando possível, alterar a grade de horário, remanejando os professores. Assim, a escola pode ser mais criteriosa na busca pelo profissional mais adequado para a vaga.

Ignorar a verificação de referências

A prática da checagem de referências profissionais e pessoais serve para dar mais segurança ao recrutador e minimizar ao máximo os erros na contratação. O gestor que ignora essa etapa deixa de ter acesso a informações relevantes no que diz respeito ao trabalho desenvolvido pelo profissional, o comprometimento, pontualidade e ao relacionamento do candidato com os colegas do emprego anterior.

Perguntas como : “O que você tem a dizer sobre fulano?”, “Como era a sua relação com ele?” ou ainda, “Você trabalharia com esta pessoa novamente?”, podem revelar muito!

Não ouvir os candidatos

A entrevista com um candidato não deve ser limitada às perguntas que o gestor faz e que permitem identificar a capacidade técnica do profissional. Características pessoais como comprometimento, ética e responsabilidade, por exemplo, só podem ser observadas quando o recrutador permite que o candidato responda abertamente às perguntas feitas e dê liberdade para que o profissional tire suas dúvidas.

Quando a contratação se tratar de docente, peça para que ele explique sobre a condução de suas aulas e pergunte como ele agiria em determinadas situações que podem acontecer em sala de aula ou no relacionamento com os pais dos alunos.

Limitar-se ao currículo

A análise do currículo é uma etapa determinante em um processo de seleção, principalmente num ambiente educacional, mas não deve ser o único recurso do recrutador. Existem diversas ferramentas que auxiliam o gestor a encontrar o candidato ideal para a instituição.

Dinâmicas em grupo, simulações de aula, análise de critérios de avaliação, análise psicológica, testes de conhecimentos gerais e específicos são algumas das mais utilizadas atualmente. Contudo, fique atento para fazer uso somente daquelas que realmente possibilitem a análise das características do perfil da vaga, evitando assim, que o processo se torne cansativo e improdutivo.

Não deixar clara a cultura da escola

É muito importante que o recrutador deixe claro para os candidatos qual é a cultura da escola, enfatizando os valores, a metodologia de ensino, a missão e a visão da instituição.

Essa atitude demonstra para o candidato o que é esperado de um profissional dentro da instituição e evita a rotatividade causada pela frustração do colaborador após a contratação. A rotatividade gera despesas para a escola, atrapalha seu crescimento e afeta na qualidade do ensino.

Identificou-se com algum desses erros comuns na contratação de funcionário? Então, entre em contato conosco para que possamos ajudar você a garantir uma equipe de sucesso para sua instituição de ensino! Assine também nossa newsletter e continue melhorando sua escola!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.