Recrutamento e Seleção na área de Educação

Conheça os benefícios das aulas de música para a educação infantil

0

A música proporciona uma sensação de bem-estar, o que facilita muito na concentração e no desenvolvimento das crianças, portanto, a introdução à música deve ser feita na escola desde a educação infantil.

Práticas diversas como trabalhos com a letra de uma música e oficinas ou aulas de instrumentalização são formas de desenvolver o raciocínio, promover o equilíbrio e instigar a criatividade das crianças.

Estudiosos afirmam que o contato com a música melhora o desempenho na escola. Essa valorização da música como componente curricular já era defendida há muito tempo por Platão, que dizia: “A música é um instrumento educacional mais potente do que qualquer outro”.

A aula de música se configura como uma das atividades que mais estimulam o cérebro das crianças, além de trazer outros benefícios. Quer saber mais sobre o assunto? Conheça alguns benefícios que a música proporciona para o público infantil!

Integração entre os alunos

Além de proporcionar aos alunos a possibilidade de conhecer melhor a si mesmos, a música é capaz de permitir a comunicação com o outro.

Nas aulas de música, os alunos ficam descontraídos, o que facilita o seu desenvolvimento socioafetivo. Eles começam a descobrir suas próprias identidades e abrem espaço para conhecer e integrar-se com os outros.

Alunos mais tímidos acabam ficando mais desinibidos para compartilhar experiências, desenvolvendo, sobretudo, a autoestima, o que pode ajudá-los a aceitar suas diferenças.

Interesse nas aulas de música

Quem não gosta de música, não é mesmo? A linguagem musical é aceita por grande parte dos adolescentes e essa aceitação acaba sendo importante para transmitir conhecimentos.

A eficiência dessas atividades para um aprendizado de qualidade dependerá de como o professor pretende elaborá-las.

Contato com culturas diferentes

Músicas de todos os estilos e de vários cantores e bandas devem ser trabalhadas com os alunos a fim de enriquecer o seu conhecimento, proporcionando o contato com diferentes culturas.

Aprender sobre instrumentos típicos de diferentes regiões, por exemplo, acaba levando a criança a se interessar pela história e é também uma maneira de criar empatia pelos povos de outros lugares.

Expressão corporal

Quando ouvimos música, consequentemente, nosso corpo sente a necessidade de expressar a sensação que estamos sentindo.

Na criança, é muito importante que os estímulos sejam provocados para que ela saiba se expressar por meio do corpo. Desse modo, ela começará a demonstrar o que sente tendo mais abertura para expressar seus sentimentos.

Desenvolvimento da memória e da linguagem

A música melhora as funções cerebrais das crianças. Um grupo de pesquisadores da Universidade de Vermont, nos Estados Unidos, afirmou que o aprendizado de um instrumento musical estimula o desenvolvimento neurológico das crianças.

Isso acontece, segundo os especialistas, devido ao aumento da espessura do córtex (responsável pelo controle das emoções) causado pelo treinamento musical.

A linguagem também é bastante desenvolvida com a música, já que diversos vocábulos são aprendidos, sem contar que a dicção é aprimorada cada vez mais. É possível que uma criança com dificuldades na fala comece a corrigir as palavras que pronunciava incorretamente.

Contato com a matemática

Já ouviu dizer que a matemática está relacionada com a música? Pois bem, ela está! A sensibilidade ao som está ligada ao raciocínio lógico, muito utilizado na matemática. Para que o aluno aprenda as escalas, um dos principais exercícios é saber diferenciar uma oitava de uma corda solta, por exemplo, e isso dependerá muito da matemática.

A presença da música no cotidiano escolar é uma importante ferramenta para promover a qualidade no processo de aprendizagem, em todas as faixas etárias. Ela trabalha diversas habilidades, já que convida o aluno a criar e a refletir, além de ser fonte de estímulos, relaxamento e equilíbrio.

A prática faz parte do amplo universo do ensino das artes, e é importante ressaltar que o ensino de música nas escolas brasileiras é obrigatório, portanto, instituições públicas e particulares devem introduzir no currículo o ensino de música, não com o objetivo de formar músicos, mas, sim, para desenvolver a criatividade, a memória e a integração das crianças.

Lembre-se de que aulas inovadoras garantem qualidade no ensino e bons resultados.

Gostou do nosso post sobre os benefícios das aulas de música para a educação infantil? Então compartilhe-o em suas redes sociais e espalhe a informação!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.