Recrutamento e Seleção na área de Educação

5 principais erros na administração de uma escola

0

Gerir uma instituição de ensino é uma tarefa complexa, uma vez que exige que os seus administradores sejam capazes de lidar com uma série de fatores de diferentes naturezas. Por isso, é fundamental que sejam reconhecidos e evitados os erros na administração de uma escola. Conheça agora mesmo os 5 principais!

1. Ausência de planejamento

Não planejar significa agir em resposta a uma determinada situação em vez de se preparar para ela. Em uma escola, esse tipo de postura pode acontecer nos seus mais variados setores, indo desde a alocação dos recursos financeiros para o funcionamento da instituição até a realização de reuniões pedagógicas entre professores, pais e coordenadores.

A ausência de planejamento tende a ocorrer em razão de inexperiência ou por não existir uma visão estratégica de administração. Para evitar esse tipo de cenário, é fundamental que o gestor conheça bem e projete todas as atividades da escola, trace planos de ação em conjunto à sua equipe, coloque-os em prática e os acompanhe.

2. Desprezo pelo uso da tecnologia

Seja na contratação de funcionários, na realização das atividades administrativas rotineiras ou mesmo na disponibilização de recursos pedagógicos, deixar de lado a tecnologia é um grande equívoco. Por medo do que é novo ou tentativa de economia, muitos gestores desprezam ferramentas tecnológicas que têm enorme potencial.

Além de útil e atrativa, sobretudo para os alunos, a tecnologia é essencial para otimizar os processos escolares. Dessa forma, cabe ao administrador da instituição analisá-la para que possa verificar quais as demandas por recursos tecnológicos que a escola possui, buscando implementá-los sempre que possível.

3. Falta de diálogo

Tomadas de decisões por uma só pessoa, sem ouvir os outros participantes do processo educacional, podem ocasionar consequências muito negativas para a administração da escola, como conflitos entre funcionários, pais e alunos. Além disso, o ambiente escolar é, por excelência, um espaço de construção democrática e participativa.

Nessa perspectiva, é muito importante que a administração da instituição de ensino não só permita como favoreça o diálogo com toda a comunidade escolar. Isso pode ser feito por meio da realização de assembleias, implantação de canais de comunicação destinados a sugestões, críticas e elogios, bem como criação de espaços de atendimento a funcionários, familiares e alunos.

4. Má utilização de recursos

Recursos humanos e financeiros podem ser alocados inadequadamente no ambiente escolar, o que tende a prejudicar o funcionamento da instituição. Isso pode ser o resultado da falta de planejamento ou sua má realização, assim como ser causado pela ausência de diálogo com a equipe.

Para otimizar o dinheiro disponível e aproveitar as habilidades dos profissionais da escola, os gestores devem ter um amplo conhecimento do funcionamento da instituição, o que inclui os seus profissionais, além de visão organizacional estratégica. Essa postura só é possível com o planejamento adequado.

5. Desvalorização dos funcionários

Profissionais desmotivados, que não se sentem valorizados pelo local em que trabalham tornam-se insatisfeitos e pouco produtivos, condições maléficas para o sucesso da escola. A instituição de ensino pode ter uma grande parcela de contribuição nessa situação se não der o valor devido a todos os funcionários.

Sendo um dos maiores erros na administração de uma escola, a desvalorização dos funcionários pode ser evitada com atitudes simples. Entre elas estão a criação de espaços de convivência, o estímulo à capacitação, a organização flexível de horários e, até mesmo, o diálogo.

Gostou do conteúdo? Então, nos siga nas redes sociais, estamos no Facebook, Instagram, LinkedIn, Google+ e Twitter.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.