Recrutamento e Seleção na área de Educação

4 dicas de como fazer uma boa gestão de tempo em sala de aula

0

Um professor, além de ter uma oratória sob controle e atenção dos alunos, precisa fazer uma boa gestão de sala de aula, principalmente, gerenciar o tempo com maestria. Tal gestão diz respeito a toda a dinâmica e andamento da aula, bem quanto ao processo de ensino-aprendizado.

A gestão do tempo se torna protagonista no cotidiano dos professores e esses devem dominar tanto o que acontece dentro da escola como aquilo que se passa fora dela, afinal, grande parte de sua ocupação vai além do período escolar.

Pensando nesse malabarismo que o professor precisa fazer na gestão de seu tempo, selecionamos 4 dicas infalíveis para que ele possa ter uma boa organização. Vamos a elas?!

1. Tenha um bom planejamento escolar

Planejar antecipadamente o conteúdo que será abordado em sala de aula é uma forma de calcular quanto tempo a leitura, os exercícios e a discussão podem render. Dessa forma, o professor estará semeando o interesse dos estudantes e ainda respondendo todas as dúvidas que eles apresentarem.

Além disso, é possível praticar o conteúdo antes de levá-lo para a aula, o que permite que o educador tenha uma noção do tempo necessário para a explicação do assunto.

2. Administre o tempo

Pitágoras já dizia “com organização e tempo, acha-se o segredo de fazer tudo e bem feito”. Não podemos discordar com o grande filósofo, já que organização é indispensável para qualquer profissional.

A organização, principalmente em uma instituição de ensino, acaba sendo um alicerce para que todas as ações e atividades planejadas sejam alinhadas.

Portanto, para que você saiba como administrar bem o tempo, confira essas dicas fundamentais de organização:

  • agendamento: antes de iniciar as atividades em sala de aula, é preciso ter uma programação do dia, semana e mês. A ordem, portanto, é agendar tudo;
  • planos de aulas: mais do que conhecer os conteúdos das disciplinas, é crucial saber o que vai ser abordado em cada aula. Isso melhora o aprendizado do aluno e aperfeiçoa a prática de ensino;
  • organização de material: essa ação está intrinsecamente ligada ao planejamento das aulas, aliás, antes de saber o que vai ser abordado, é necessário ter os materiais em mãos;
  • elaboração de questões e simulados: é preciso fazê-la constantemente. Sempre que terminar um conteúdo, é importante criar documentos a fim de elaborar questões sobre o assunto;
  • organizar leituras: organizar as leituras diárias é imprescindível. Procurar sites e blogs que ofereçam informações para a sua área é uma boa alternativa.

3. Direcione a discussão em sala

A participação dos alunos na construção das aulas é um fator muito importante para otimizar o tempo. Mas é preciso ter cuidado para evitar que um fale mais que os outros. Então, o professor deve conduzir a discussão de maneira equilibrada.

O educador que deseja manter a turma envolvida no assunto da aula deve exercer um papel de mediador. Por isso, estar atento a todas as intervenções é fundamental para não perder os momentos significativos. Utilizar frases como “Temos tempo para mais uma intervenção” é essencial para que as participações se tornem organizadas.

4. Utilize a tecnologia a seu favor

O preenchimento de quadros de horários, tabelas cheias de detalhes e diários de presença dificulta e atrapalha o andamento da aula, além de confundir os alunos. É por isso que usar as inovações tecnológicas, hoje em dia, é quase uma obrigação.

Pesquisa apontada pelo Banco Mundial e pela Secretaria de Educação do Rio de Janeiro mostra que os professores perdem 36% do tempo em sala de aula com funções que não estão ligadas ao ensino. Diante disso, comprova-se a importância de recorrer à tecnologia para otimizar o tempo dos professores. Aplicativos como EVERNOTE e RE.MINDER , são alguns, entre dezenas que estão disponíveis na internet, que podem ajudar muito na sua rotina.

Uma boa gestão de sala de aula se inicia muito antes de começar a aula. Essas são apenas algumas possibilidades de organização entre muitas outras. Cada professor deve utilizar a estratégia que mais se adéqua a sua rotina. O que deve prevalecer é que todo disseminador do ensino, do saber e do conhecimento deve ter em mente que estar organizado no que faz todo dia é garantir resultados eficientes.

E aí, gostou deste post? Então aproveite para ler o texto “Saiba o que é planejamento escolar e qual a sua importância” e se tornar um especialista no assunto!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.